Flora

O Brasil detém a maior biodiversidade  do mundo. Nesta última década muitas espécies vegetais e animais foram descritas e encontradas aqui, em solo brasileiro. Isto se deve ao fato de termos um clima bem favorável (nem tão quente, nem tão frio, nem tão seco, nem tão úmido) e bem distribuído pelas regiões geográficas. É claro que o clima varia de região para região, mas não é o mesmo o ano todo em qualquer região. A flora brasileira está presente em todas essas regiões, da mais seca a mais alagada. Desta maneira, esquematicamente, é possível definir 3 grandes grupos de vegetação distintos: vegetação florestal e/ou arbórea; vegetação complexa e litorânea e; vegetação arbustiva e herbácea.
Na região amazônica, o clima ameno (em torno de 25°C) e a vegetação predominantemente ombrófila, formam um cenário com árvores de grande porte no geral, podendo encontrar as de médio porte em menor escala. Já a região centro-oeste possui uma vegetação do tipo savana, haja vista que são típicas de ambientes como esse em que constantemente são bombardeados por queimadas ou com estações rigorosamente secas demais.
Na caatinga ocorre um tipo específico de vegetação com cactos, também denominada vegetação estacional decidual ou simplesmente estepe. Existe um tipo de vegetação que mistura características dos dois tipos anteriores e é por isso chamada de savana estépica, que abrange áreas muito diferentes geograficamente: o Pantanal Mato-Grossense, os Campos de Roraima e a região dos pampas (campanha gaúcha).
No planalto meridional a vegetação que se destaca é Floresta Ombrófila Mista ou mata dos pinheiros. Temos ainda a vegetação de restinga e manguezal, que é característica de áreas que tenham contato com águas marinhas, com predominância no litoral norte a vegetação pode ser desde arbustiva até arbórea, mas pode ser encontrada também em outra parte do litoral brasileiro.
Além das espécies nativas componentes destes cenários vegetacionais, fazem parte deste grupo também as espécies exóticas (vindas de fora do país) que atracaram em solo brasileiro, em sua maioria, no tempo das colonizações. E além dessas espécies vindas de fora, outras plantas que completam este cenário brasileiro merecem também destaque: são as espécies medicinais. Só mesmo um país tão rico e diverso climaticamente poderia desenvolver espécies que vão do comum e belo ao necessário e terapêutico.
Bibliografia:
http://www.lutzhoepner.de/uebersetzen/brasil_flora-fauna.htm
http://www.infoescola.com/geografia/savanas/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Regi%C3%A3o_Sul_do_Brasil
http://www.brazil.ru/pt/nature/flora
http://portalamazonia.globo.com/pscript/amazoniadeaaz/artigoAZ.php?idAz=296

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário